Gestãogestão de estoqueVeja por que você deve se preocupar com a gestão do estoque

julho 6, 20210

Fazer uma boa gestão do estoque é indispensável para qualquer negócio que dependa da venda de produtos. Entender o fluxo de entrada e saída, bem como as metodologias para administrar bem os recursos é fundamental.

Alguns softwares e ferramentas disponíveis no mercado ajudam bastante a ter um controle correto e ainda geram dados fundamentais para a saúde do negócio. Neste artigo, falaremos sobre gestão do estoque e como aplicá-la na sua empresa. Quer saber mais? É simples: basta continuar a leitura. Vamos lá!

O que é gestão de estoque?

As empresas que lidam com produtos e estoque sabem que realizar uma boa gestão é fundamental. Afinal, é preciso ter total controle sobre as entradas e saídas para otimizar as mercadorias. Dessa maneira, potencializa-se a rentabilidade da organização, além de construir uma estrutura de negócio mais sólida.

A gestão do estoque é uma maneira de controlar, armazenar e acompanhar o fluxo dos itens estocados. Fazer esse acompanhamento de maneira organizada é importante para regular as operações envolvidas em todas as etapas, desde o momento em que um item entra na empresa até que seja adquirido e despachado para o consumidor.

O objetivo é garantir que não faltem produtos ou que eles não sejam adquiridos em quantidades maiores do que o necessário. Além disso, uma boa gestão faz com que sejam evitados roubos e perdas ou que as mercadorias percam a validade. As empresas devem saber como executar esse processo e buscar por ferramentas que otimizem as etapas.

Como funciona nas empresas?

Nos ambientes empresariais, a gestão do estoque acontece de maneiras diferentes, sendo que cada negócio utiliza um método que entende ser o mais adequado. Contudo, existem algumas boas práticas que ajudam a iniciar essa operação e a manter um estoque bem gerenciado. Veja a seguir!

Classificação do material

É feita por meio de tamanho, forma, dimensão, uso, prazo de garantia ou validade. O importante é criar um sistema de classificação que facilite a armazenagem, bem como um controle eficiente e uma correta operacionalidade do almoxarifado. Na hora de o responsável pelo estoque buscar um produto, ele deve contar com classificação, codificação e descrição.

Estoque mínimo e máximo definidos

É preciso estipular um estoque mínimo para que não falte um determinado produto nas prateleiras de vendas e um estoque máximo para não sejam armazenados em grandes quantidades.

Inventário do estoque

Os produtos devem ser contados e classificados para saber exatamente quantos estão disponíveis para venda. Softwares e planilhas são utilizados para essa função essencial, e os dados devem estar sempre atualizados.

Controle de custo dos produtos

É preciso saber o valor contabilizado, utilizando uma média de gastos com a aquisição de cada produto. Uma boa gestão do estoque permite que se faça um controle de valor, giro e margem de lucro de cada mercadoria.

Sistema de gerenciamento

Um único sistema para controle de inventários ajuda a não cometer erros, permitindo que as informações sejam centralizadas, e os processos, automatizados. Com um sistema integrado, os erros são minimizados, os insumos utilizados na produção são controlados e os níveis do estoque são monitorados mais facilmente.

Informações importantes

Independentemente do sistema de gestão utilizado, as informações mais relevantes devem ser destacadas, pois elas vão guiar as tomadas de decisão do negócio. Alguns exemplos são o número de controle do produto, o fabricante, a categoria, a localização, a validade e o que mais for indispensável para uma boa gestão.

Quais são os métodos para aplicá-la?

Existem diversos métodos de gestão do estoque disponíveis, sendo alguns mais tradicionais e outros mais modernos. O fundamental é que cada negócio entenda qual método vai gerar maiores resultados. Confira alguns dos principais a seguir.

Custo médio

Essa é uma metodologia que consiste em monitorar a entrada e saída dos produtos e em realizar a reposição de acordo com a necessidade. É também conhecida como média ponderada móvel.

PEPS

Trata-se de uma sigla para “Primeiro a Entrar, Primeiro a Sair”. Portanto, os produtos que chegarem antes devem ser os primeiros a sair. Essa metodologia é bastante utilizada por empresas que trabalham com produtos perecíveis. O preço de custo é baseado em cada unidade e possibilita um diferencial maior no preço de venda de cada item.

UEPS

Essa é uma metodologia contrária à apresentada por último. Com a UEPS, os produtos que chegaram por último no estoque devem ser os primeiros a sair. Não é recomendada para produtos perecíveis, e o custo dos itens vendidos é baseado no valor dos que chegaram recentemente.

Curva ABC

É baseada em giro, faturamento e lucratividade dos produtos, que são classificados como A,B e C. Os produtos do grupo A tendem a apresentar um giro razoável, além de uma boa lucratividade e faturamento. Já os do grupo B apresentam um giro alto, um bom faturamento, mas uma baixa lucratividade; e os classificados como C têm pouco giro, pouco faturamento e não apresentam significante lucratividade para o negócio.

Just in Time

Essa é uma metodologia que consiste em manter poucos produtos no estoque. Geralmente, conta com fornecedores ágeis, aqueles que realizam entregas rápidas quantas vezes forem necessárias. A ideia é adquirir estoque conforme a necessidade, mas é preciso ter cuidado para que não faltem produtos quando os clientes os desejarem.

Uma boa metodologia de gestão do estoque deve estar alinhada a um bom ERP. Afinal, a gestão deve ser integrada, e as informações precisam ser facilmente obtidas, armazenadas e mensuradas. Com uma integração eficiente do ERP e da gestão de destoque, as tomadas de decisão são mais certeiras e os processos, melhorados, evitando desperdícios, perdas e muito mais. Portanto, é fundamental que a empresa saiba fazer a melhor escolha para executar o processo de forma correta e otimizada.

A gestão do estoque deve ser encarada como fundamental para bons resultados do negócio, e entender as etapas para realizar uma gestão qualificada é indispensável, bem como conhecer os principais métodos utilizados no mercado. Com um bom software ERP de gestão do estoque, os resultados serão percebidos e otimizados. A metodologia empregada deve ser a que melhor atenderá a cada tipo de empreendimento.

Este artigo foi útil para você? Se sim, não deixe de compartilhá-lo agora mesmo nas redes sociais para que outras pessoas tenham acesso a ele.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

https://xpta.com.br/wp-content/uploads/2021/07/logo.white_.footer.w245x40px.png
Rua Geraldo Flausino Gomes, 42, conjunto 62, São Paulo
11 2165 6970

Follow us:

ENTRE EM CONTATO

A XPTA é uma consultoria brasileira, parceira Microsoft, especializada na implementação de soluções de gestão empresarial.

Copyright © XPTA Consultoria 2021